Eduardo FariaBrigadeiro / General / PILAV Comandante Comando da zona Aérea dos Açores - Portugal

    O comandante da Zona Aérea dos Açores (ZAA), Brigadeiro-General piloto-aviador Eduardo Faria, salienta a importância geoestratégica da base aérea n.º4, nas Lajes.

    Eduardo Faria, que foi comandante da base aérea n.º4 e presta serviço nas Lajes desde 2001, destaca, o papel da Força Aérea nos Açores, nas evacuações médicas inter-ilhas.

    “Esta é, seguramente, uma das preocupações deste comando.

    É importante preservar a proximidade e colaboração com as autoridades regionais, por forma a garantir resposta às frequentes solicitações das gentes deste arquipélago.

    Temos consciência da elevada relevância destas missões de interesse público, para além das ocorrências relacionadas com catástrofes naturais ou acidentes e a busca e salvamento” e realçando o “esforço bastante significativo” da Força Aérea para manter nos Açores dois helicópteros e um avião em permanência e meios humanos para os operar, “tendo em conta os recursos humanos materiais e financeiros cada vez mais limitados”.

    “A Força Aérea, através das estruturas e meios da responsabilidade desta Zona Aérea, tem apoiado incondicionalmente a população dos Açores, assegurando principalmente, com exemplar profissionalismo, determinação e espírito de bem servir, as ações de busca e salvamento e as evacuações aero-médicas, numa área geográfica por vezes com condições muito adversas” e o apoio “a todos aqueles que em situação de perigo ou acidente atravessam a extensa área dos Açores.

    Fique atualizado sobre este evento

    Assine a nossa newsletter

    0